Corpo de areia

De volta a Marrakech, quando regressámos ao hotel… não nos apetecia tomar banho… pensámos que nos iríamos esgadanhar pela posse da banheira mas não… ficámos sentadas na cama “Vai tu”… “Não, vai tu”… Como se o banho fosse remover do nosso corpo a memória deste passado recente, encantado e arrebatador. De repente, o cabelo enriçado,…

De volta pelo Atlas

20 – Maio – 2005: Depois de um percurso curto a pé, chegámos a MHAMID e despedimo-nos do humilde Mohamed que se afastou sempre sorridente e festivo. Nós, calados, iniciámos a nossa viagem de regresso… e voltámos à confusão… tentar regatear parecia uma declaração de guerra… a música soava a algazarra endiabrada e desconexa. Na…

Tuaregue

19 – Maio – 2005: Amanhecemos com apostas: o que é que nos reservaria o deserto neste dia? Depois do sol e do vento, faltava a chuva (!!) e de um céu baixo e carregado começou mesmo a pingar! Mas nada de especial, se bem que algumas de nós já ressacavam por uma banhoca! Andámos…

"La tempete de sable"

18 – Maio – 2005: A etapa de ontem na areia foi bastante dura… então o Mohamed decidiu aparelhar os 3 camelos de modo que pudéssemos montar um deles se necessário! Que sorte! Tomámos o belo do petit déjeuner nas dunas, colocámos o turbante AZUL BERBERE pois estava um ventinho e “yalá yalá!” – “Vamos!”…

Nas dunas

17 – Maio – 2005: Hoje andámos imenso… imenso… num calor imenso em cima de um planalto interminável e pedregulhoso. Tivemos outro encontro com uma família de nómadas. Uma menina de 12-13 anos veio acolher-nos com os seus irmãos mais novos. Vendiam artesanato. Ela, morena, lindíssima, vestia roupas coloridas sobrepostas, tinha as unhas pintadas com…

Vida de Deserto

16 – Mai – 2005: Acordámos de manhã bem cedo ao som da chaleira e do despertador… quando saímos da tenda encontrámos a mesa posta num tapete no chão, com pão, doce, manteiga, queijo, café e o chá fumegante. Conhecemos então um novo Mohamed – o berbere sorridente – condutor/tratador/encontrador de camelos. Em pouco tempo…

Viagem

15 – Maio – 2005: No espaço de uma hora passámos para dentro de um 4×4 a caminho do SUL… Tratámos de esclarecer – sempre em francês – a história das “gazelles!” com o Mohamed (o nosso fantástico condutor) e a dos banhos nos riachos de água límpida que segundo o nosso guia, Abdel, só…

Os Souks

Entrámos nos SOUKS. O objectivo era ambientarmo-nos e vermos possíveis itens a serem adquiridos noutro dia… Falhámos! Que ingénuas… Num abrir e fechar de olhos já estamos sentadas a beber um chá de hortelã a celebrar o desconto feito especialmente para raparigas portuguesas. Fervilham as cores das tintas, o cheiro das especiarias e do incenso….

Marrakech

14 – Maio – 2005: Assentes os arraiais no hotel rumámos à medina. Atravessámos a muralha da cidade transpondo uma das muitas portas BAB NKOB e percorremos uma das suas principais avenidas, Bv Mohamed V. Logo se avistou obrigatoriamente o ex-libris da cidade a rasgar o horizonte: a KOUTOUBIA, o minarete que terá inspirado a…