el chalten #3: madre e hija

Para chegar ao Camp Poincenot (junto ao Fitz Roy) saindo do Camp DeAgostini (junto à Laguna Torre), é necessário fazer o mesmo trajecto que fizemos para chegar à Laguna Torre no sentido inverso durante aproximadamente 4km, e depois virar/subir à esquerda, pelo trilho das Lagunas Madre e Hija. A subida em direcção às lagoas é…

el chalten #2: senda a laguna torre

De El Chaltén, saem dois caminhos que se juntam após 10 minutos e que levam ao início da Senda a Laguna Torre. A primeira parte do percurso é sempre a subir, mas a chuva amaina quando chegamos ao miradouro da Cascata Margarita. Ao longo do trilho somos acompanhados pelo Rio Fitz Roy que corre em…

el chalten #1: capital do trekking

A pequena povoação de El Chalten está localizada na zona Norte do Parque Nacional dos Glaciares. Apesar de ter sido fundada nos anos 80 para assegurar território à Argentina (durante um período conturbado de disputa de fronteiras com o Chile), nos dias que correm é muito mais conhecida por servir de base de exploração e apoio…

os meus outros picos

Há quem vá para a Madeira a pensar nas levadas, ou na poncha, ou na espetada em pau de louro, ou na vida de ilha a saltar de mergulho em mergulho, todas elas ideias maravilhosas. Eu, confesso que fui para a Madeira a pensar na caminhada entre o Pico do Areeiro e o Pico Ruivo….

leva-me às levadas

Desde sempre que a Madeira é considerada um paraíso das caminhadas. Sejam caminhadas em levadas ou cumeadas, andar a pé é uma das melhores maneiras de aceder ao coração da ilha e o boom de natureza que podemos testemunhar faz desta uma das mais exuberantes experiências madeirenses. As levadas são canais de irrigação, construídos e…

D2. Cambulo – Batad – Bagaan

  O segundo dia de trekking nos terraços de arroz começa cedo. Desde Cambulo ainda são algumas horas de caminhada escorregadia serpenteando por vales encantados até chegarmos ao grande highlight da região. Mas de repente viramos uma esquina e estamos em Batad, a olhar para uma das paisagens mais incríveis e bonitas que já vi….

D1. Banaue – Pula – Cambulo

Uma das melhores maneiras de explorar as belezas naturais em redor de Banaue e visitar muitos dos terraços de arroz da região, é a pé numa caminhada de 2 ou 3 dias. Optamos por um trek de 2 dias entre Banaue e Bagaan, passando por Pula, Cambulo e Batad. É preciso ter em conta que…

D4. Posada Valdeon – Fuente De (Senda del Mercadillo)

A última caminhada deste trekking de 4 dias faz-se por um trilho há muito utilizado pelos moradores de Valdeon para participarem em feiras e mercados de gado nas aldeias vizinhas, conhecido por Senda del Mercadillo. A alvorada é cedo, como de costume. As primeiras horas são sempre a subir até ao sopé dos Picos, passando…

D3. Poncebos – Posada Valdeon (Ruta del Cares)

Em Poncebos sentimos que voltámos à civilização. Não que esta seja uma vila muito grande. Até tenho dúvidas se Poncebos com as suas 4 casas (3 das quais albergues) ao longo de uma rua sem saída, se adequará à definição de vila, mas a verdade é que essa rua sem saída é seguramente uma das…

D2. Urriellu – Bulnes – Poncebos

A montanha amanhece solarenga e o plano é ir até Bulnes, uma aldeia que não tem acesso por estrada e que por isso é a mais isolada dos Picos da Europa. Do Naranjo, existem vários caminhos para Bulnes mas não há nada que enganar. Hoje é sempre a descer. À medida que vamos descendo a…

D1. Fuente De – Urriellu (Naranjo de Bulnes)

As opções de trekking nos Picos da Europa são virtualmente infinitas, por isso é sempre necessário fazer escolhas. Desta vez tudo começa na fila para apanhar o teleférico de Fuente De que ao vencer o desnível de 750m nos coloca imediatamente num vantajoso ponto de partida para atravessar o maciço central. E lá de cima…