vilas espanholas [bem castiças]

Uma das coisas mais espectaculares de Espanha é estar mesmo ao lado de Portugal. Quero dizer, como está tão perto somos uns sortudos por em qualquer par de dias ou fim-de-semana prolongado, podermos dar uma saltada a um dos países que mais viajantes move à volta do mundo.
Explorar o território dos nuestros hermanos, (re)descobrir a história que nos une e que nos separa, encontrar outros costumes, aproveitar a gastronomia (porque a ideia de que se come mal em Espanha já era) e descobrir vilas castiças.

 

Ronda | Andalucia
Uma vila de montanha na província de Málaga, com fortes raízes mouriscas e conhecida por se localizar à beira de um desfiladeiro vencido pela icónica Puente Nueva, uma extraordinária obra de engenharia dos anos 1750’s.
Pontevedra | Galicia
Pontevedra tem um ambiente medieval que ganha todo um novo significado durante a Feira Franca, na primeira semana de Setembro, quando toda a cidade e os seus habitantes parecem regressar 500 anos no tempo, para comemorar as trocas comerciais tax free implementadas pelo Rei Henrique IV em 1467.
Trujillo | Extremadura
Trujillo desenvolveu-se principalmente na época dos Conquistadores do tempo da descoberta das Américas. Como cidade natal de Francisco Pizarro (conquistador do Peru e fundador de Lima) beneficiou do ouro proveniente da América Latina e isso é visível nos seus palácios charmosos.
Xátiva | Valencia
Xátiva tem um castelo ultra-fotogénico e foi onde nasceu o controverso Papa (Bórgia) Alexandre VI. Xátiva teve o seu momento mais negro quando o Rei Filipe V mandou incendiar a cidade e por isso o retrato do Rei aparece pendurado de cabeça para baixo, ainda hoje, num dos museus da cidade.
Zahara de la Sierra | Andalucia
Esta é uma das vilas mais pitorescas dos Pueblos Blancos da Andalucia, na Sierra de Grazelema, e foi apelidada de “Moorish Eagle’s Nest” graças às vistas imbatíveis desde o seu castelo.
Almagro | Castilla-La Mancha
Almagro tem uma Plaza Mayor única em Espanha, após a remodelação arquitectónica levada a cabo por uma família de banqueiros alemães nos séc. XVI e XVII. Inspirados nos edifícios da época na Europa Central redecoraram a praça colocando janelas de madeira pintadas de verde em todas as varandas.
Mérida | Extremadura
Mérida foi fundada pelos Romanos no séc. I AC e os seus vestígios estão bem presentes na vida da cidade, do Teatro à Ponte aos templos e mosaicos.
Mérida é um museu ao ar livre pertíssimo de Portugal.
Setenil de las Bodegas | Andalucia
O principal atractivo deste Pueblo Blanco é a originalidade do emaranhado de ruas em grande declive desde o castelo adaptando-se ao percurso do rio e a singularidade das construções debaixo das rochas.
Bulnes | Asturias
Bulnes é a vila mais isolada dos Picos da Europa onde só é possível chegar de funicular ou depois de caminhadas ultra-recomendáveis e panorâmicas.
Cáceres | Extremadura
Cáceres sempre esteve nas rotas político-comerciais desde a antiguidade. Vários povos pré-romanos ocuparam a sua localização original seguidos pelos romanos, árabes, judeus e cristãos, pessoas de culturas diferentes que moldaram a cidade de um modo visível na arquitectura e história.
Capileira | Andalucia
Capileira situa-se no desfiladeiro o Rio Poqueira, na região das Alpujarras, perto de Granada e da Sierra Nevada. A região das Alpujarras é conhecida por ter sido o último reduto dos mouros na Península Ibérica e é o sítio perfeito para estar em contacto com a natureza.
Vámonos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s