el chalten #4: sunrise na laguna de los tres

A caminhada mais popular de El Chalten é a subida à Laguna de los Tres, o miradouro natural com as vistas mais espectaculares para o pico Fitz Roy e suas agulhas graníticas periféricas, com o bónus de ser à beira de uma lagoa.

É uma caminhada popular mas ganha todo um especial significado se for feita de madrugada, permitindo ao caminhante estar o mais perto possível da montanha quando ela explode em tons de vermelho, durante aqueles mágicos dez minutos que acontecem ao nascer do Sol.

Por esse motivo, o despertar no Camp Poincenot costuma ser bem cedo.
Deixamos as coisas na tenda e aproximadamente 1h30 antes do nascer do Sol saímos do acampamento em direcção à Laguna de los Tres.

Atravessamos o Rio Blanco e passamos pelo respectivo acampamento, para alpinistas. A partir daí entramos num trilho de pendente muito elevada de aproximadamente 450m de desnível, que nos levará um pouco mais de 1h00 a vencer.

A subida é dura. Por vários motivos: porque é de noite e as lanternas têm as suas limitações; porque estamos a subir um curso de água congelada e então vou escorregando passo sim passo não; porque à medida que vou subindo vou ficando suada, com a roupa encharcada, mas continuo sempre de nariz e bochechas gelados; porque estava tanto frio quando saí da tenda, de tal modo que achei que não ia precisar de água mas agora tenho tanta sede que quero lamber o gelo do chão; porque vou ouvindo o barulho metálico de dezenas de trekking poles atrás de mim que me fazem sentir numa competição que não vou vencer, dezenas de pessoas atrás de mim a ofegar, a aproximarem-se e a morderem-me os calcanhares; porque estou cansada mas tenho medo de não chegar a tempo, e tenho mesmo que chegar a tempo.

“Que raio de urgência é esta? Andar aqui montanha acima à caça de raios de Sol?”  – vou-me perguntando. “Valerá a pena?”

Mas depois passa-me rápido. Sim sim. Passa sempre.

Chegamos à Laguna, surge o primeiro raio de Sol, desaparecem-me todas as questões.
Simples.
A vista das montanhas aguçadas na Laguna de los Tres já é lindíssima, mas quando os raios de Sol atingem o Fitz Roy, sou inundada por poesia visual.

Rendo-me, completamente, à montanha de fogo que parece mentira mas não é.
À minha montanha de fogo.

Dados (aproximados): distância: 2.5km | duração: 2h00 | desnível total: 500m(up) 500m(down)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s