alcoutim

As zonas de fronteira são sempre zonas que me põem os olhos a cintilar.

Em Alcoutim e na sua vizinha espanhola San Lucar del Guadiana encontrei ruelas estreitas que guardam os segredos dos contrabandistas de outros tempos.

Tempos em que homens e mulheres fugiam à Guarda Fiscal e percorriam os trilhos fronteiriços a pé com sacos de serapilheira às costas.

Trocavam-se mercadorias entre Espanha e Portugal, em pequenos barcos ou a nado, para sobreviver, por necessidade, para fugir à miséria.

Os tempos do contrabando foram tempos difíceis para as populações de um lado e do outro do Guadiana, mas resultaram em amizade e laços que perduram até hoje.

gotta love some smuggling

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s