Mount Rushmore

A ideia de esculpir pessoas famosas na região de Black Hills no South Dakota veio de um historiador local e tinha o intuito de promover o turismo na região.
Este historiador queria que se representassem heróis da história do Oeste americano como os exploradores Lewis e Clark, o índio Red Cloud ou Buffalo Bill, mas essa ideia acabou por ser afastada pelo escultor Gutzon Borglum que a conceptualizava mais como uma escultura de essência nacional.

Assim se escolheram os quatro presidentes Washington, Jefferson, Theodore Roosevelt e Lincoln, com o objectivo de comemorar a fundação, expansão, preservação e unificação dos Estados Unidos, respectivamente.

A construção do memorial teve início em 1927, e os rostos dos presidentes foram concluídos entre 1934 e 1939. Hoje em dia atrai cerca de três milhões de pessoas por ano e é um local onde se sente o verdadeiro patriotismo americano.

O Mount Rushmore é um memorial controverso.

Foi construído nas Black Hills, um território que – através do Tratado de Fort Laramie de 1868 – já tinha sido cedido pelo Governo dos Estados Unidos à tribo Lakota “para a eternidade”.

Uma promessa quebrada que resultou na Guerra Sioux de 1876, e que os índios não perderam tempo a responder, através de uma outra escultura colossal nas Black Hills.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s