Batalha de Little Big Horn

A batalha de Little Bighorn é uma das batalhas mais famosas da história dos Estados Unidos e representa fundamentalmente o choque entre dois modos de vida. O modo de vida dos índios nómadas das planícies, do búfalo e do cavalo, contra o modo organizado, sedentário, e cada vez mais industrializado dos Estados Unidos e do homem branco.

A batalha, também conhecida como “Custer’s Last Stand”, que aconteceu nos dias 25 e 26 de Junho de 1876, perto do rio Little Bighorn, no leste do estado do Montana, foi um combate entre forças de várias tribos índias Lakota, Cheyenne e Arapaho, contra o 7º Regimento de Cavalaria do Exército dos Estados Unidos, liderados pelo General Custer.
Foi a acção militar mais importante da Guerra das Black Hills de 1876 e terminou com uma vitória esmagadora para os índios e para os seus chefes de guerra como Crazy Horse e Sitting Bull.

Esta Guerra começou depois dos Estados Unidos terem quebrado um tratado em que acordavam ceder para uso exclusivo dos índios um grande parte do território das Great Plains (nos estados do Wyoming, South Dakota, Montana…), uma terra estéril, de passagem das manadas de búfalos, onde os índios já se haviam estabelecido há décadas. Esta Grande Reserva Sioux incluía as Black Hills, no South Dakota, uma zona montanhosa desde sempre considerada sagrada e mágica para os índios Lakota, o ponto central da sua cultura ancestral…. Mas a descoberta de ouro nas Black Hills também as tornou sagradas para muitos mineiros americanos, que não conseguiram ficar fora e cumprir o tratado.

Como muitos generais perceberam, esta era a única parte da reserva que interessava realmente às tribos índias, apesar de pelo seu modo de vida nem estarem interessados no ouro.

Os Estados Unidos, tentaram rever o tratado, mas os índios responderam “nem mortos”.
E assim foi, na batalha de Little Big Horn, em que os Estados Unidos sofreram uma pesada derrota e perderam centenas de militares, incluindo o próprio General Custer.

Hoje no local estão assinalados os locais em que caíram vários soldados e dois memoriais separados mas interligados que celebram as vidas desses que tombaram em nome do seu modo de vida.

Claro que como sabemos, os Estados Unidos não ficaram por aí… todos os intervenientes considerados hostis pelos US foram mortos ou renderam-se passado 1 ano e as Black Hills, foram finalmente retiradas aos índios sem nenhum tipo de compensação… mas isso é outra história.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s