outra Delhi… e organizada?

Depois da correria normal de aeroporto em aeroporto, chegamos finalmente ao de Delhi.

E a minha teoria do “nunca nada será igual” levanta vôo…
Mas automaticamente!
Não reconheço nada!
É tudo moderno e aparentemente asséptico e faz-me crer que cheguei a um sítio diferente de há 6 anos. Onde estão as centenas de rostos suados que se amontoavam no corredor, com tabuletas na mão exibindo nomes estrangeiros mal escritos? Onde estão os taxistas a guerrear pela corrida até ao centro que não nos deixam dar 2 passos seguidos depois de sairmos dos portões do aeroporto? Não vemos nada disto. Agora é tudo organizado com setas coloridas a indicar zonas de espera e zonas de pick up de passageiros, zona de taxis, zona de autocarros e até interface com uma express line de metro até ao centro… quê?
Qual aeroporto internacional europeu.

Depois não reconheço o clima. Chegamos noutra altura do ano e o mês de Dezembro transformou a Índia que nos recebe numa Índia fria. É verdade, o mês de Dezembro costuma fazer destas coisas neste hemisfério, até na Índia… pelo menos às 02h00…

Saio para a rua e sinto o smog. Sinto e cheiro. E por incrível que pareça esta também é uma diferença que noto da outra Índia que conheci com o seu céu limpo e descarregado típico do tempo que se segue às monções. Bem sei que nessa altura tive sorte. Pois este é o céu de Delhi, carregado de poluição, num misto de pó e fumo que se vê mesmo de noite e não nos deixa respirar de pulmão cheio.

Não vejo os vultos das vacas à procura de comida no lixo. Onde estão as vacas de Delhi? Percebo mais tarde que conseguiram finalmente retirá-las das ruas da cidade por causa dos problemas que causavam no trânsito.

Pergunto-me: será que Delhi se transformou numa cidade organizada? Estará tudo assim tão diferente… do tipo tão diferente que não vou gostar??

Disparate. É bem verdade que as miúdas pensam demais…
Basta entrar no taxi… e é o caos.

Trânsito compacto às 02h00, apitos contínuos, ultrapassagens surreais, semáforos vermelhos ignorados, traços contínuos ignorados….

Delhi! É bom saber que também há coisas que nunca mudam.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s