Islamic Cairo

17-Outubro-2010

Começamos a explorar o Cairo directamente no centro do Islamic Cairo, no bairro Khan el-Khalili…

Isto de “islamic cairo”, soa-me um pouco a estranho, porque todo o Cairo é islâmico e esta zona não é mais islâmica que as outras… só que é uma zona que vem referenciada nos guias deste modo por parecer que ao caminharmos por lá, entramos numa máquina do tempo e recuamos até a um mundo perdido de mesquitas antigas, mercados com 1500 anos e a Cidadela fundada por Salah ad-Din, o berço da herança islâmica do Cairo.

E é realmente assim.

Por gostarmos de sítios destes e já os termos visitados noutros países perdemos um pouco o “efeito surpresa” desta viagem no tempo em ruelas estreitas… mas posso dizer que há algo aqui que me parece mais autêntico, mais verdadeiro.

Depois de uma pit stop no El-Fishawy, a incontornável casa de chá mais antiga do Cairo, aberta non stop desde 1773.. seguimos para a Cidadela…

4 Comments Add yours

  1. ana diz:

    sempre tive ideia de que o cairo é uma cidade onde a religião se faz notar em todo o lado!!
    ah e que é uma cidade onde tudo pode acontecer ….. ali babá e os quarenta ladrões?

    gostei da designação de islamic cairo…. essa zona parece-me muito calma 😛 e as buzinadelas? segundo me parece o cairo é muito frenético e caótico no que diz respeito ao trânsito!!

    nunca sai da europa e acho que ia adorar perder-me nessas ruelas….
    um dia irei ao cairo…

    bem, essa comida apetitosa é o quê? parece-me um falafel achatado e eu adorooooooo falafel!!

    ansiosa pelo resto do relato!

    quero ver essas mesquitas e as famosas pirâmidas de keops, kefren em mikerinos!
    ah, e o templo de abu simmel 😛

  2. Olá ana!
    Tens razão, o Cairo é mesmo frenético! Pravelmente as fotos que trouxemos não lhe fazem jus 🙂
    A comida é falafel e beringela… estava delicioso!
    Quanto às pirâmides receio bem que possas ficar desiludida… pois não as visitámos por dentro 🙂
    Mas demos um salto a Abu Simbel, e vale bem a pena!

  3. ana diz:

    Olá filha do vento,

    Falafel e beringela? Sounds delicious!!! Combinação mais que perfeita!!!

    Sim, secalhar o ritmo frenético do cairo só é possível de ser sentido através de video, mas o importante é que vivenciaram isso pessoalmente..

    Seja ou não visitadas por dentro, certamente que essas pirâmides são magnificas mesmo vistas do lado de fora!
    Abu Simbel deve ser imponente não?

    O mais próximo que estive do Egipto foi ao pé das Sphinx e Sarcófagos que há no Louvre 😛 Já n é mau de todo….
    Este ano tive uma micro-experiência Egípcia ao visitar o templo de Debod em Madrid..Não se paga a entrada, mas aquilo é pequenito no entanto vale a pena entrar lá dentro…Secalhar não ficarias impressionada, pois és mais viajada 😛 Mas eu gostei muito, e estava calor então senti-e como no Egipto :D*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s