Chapada Diamantina – Day ONE

De manhã bem cedo (4h40) saímos de mochila feita em direcção à Chapada Diamantina. Mas não sem antes tomar o café da manhã que a D. Eulina preparou para nós. Assim ficava mais descansada, disse-nos.

Apanhamos o ônibus da Real Expresso em direcção a Palmeiras e depois um taxi colectivo até ao Vale do Capão. Pelo caminho vamos passando por paisagens tipo canyons e mesas, mas como é de manhã está nublado.


No Capão, um casal hippie serve-nos o (2º) café da manhã… e depois começamos o trekk pela subida da Fumaça que demorou uns 45min.

Connosco viaja um grupo de raparigas italianas. Os guias, o Wagner e o Nilson, carregam as panelas, e os utensílios para cozinhar e 1ºs socorros. Nó ajudamos a carregar a comida para os 3 dias, mais as mudas de roupa que entendemos, o saco-cama, a espuma, o impermeável, o protector, a máquina fotográfica. Andamos pesaditos.

Depois de andarmos uns 3 ou 4 km no plateau chegamos à zona onde podemos ver a Cachoeira da Fumaça de cima. Fantástica! 400m de paredão até lá abaixo, que nós podemos espreitar deitados numa pedra meio inclinada para o precipício. Parece que o corpo ganha rodas e escorrega em direcção ao abismo! Livra!…

Almoça-se à beira rio, uma salada de atum com tomate, pepino, queijo e sumo.

Da parte da tarde descemos a Serra do Macaco. Foi duro. O cansaço acumulou-se ao longo do dia, próprio de quem não está habituado a estas andanças, os joelhos cediam, as costas doridas… mas eventualmente lá chegámos à base da serra.


Por falar nisso, alguém consegue ver dito cujo Macaco…?

Lá em baixo montamos acampamento na Toca do Macaco onde já estava outro grupo que partilhou o espaço connosco. É comum ir encontrando outros grupos que fazem o percurso no sentido inverso. Fez-se uma fogueira para cozinhar um prato de massa e frango mas aqui anoitece cedo. Às 19h já estava toda a gente na toca a dormir.

Mais info sobre a Chapada aqui e aqui.

6 Comments Add yours

  1. cmfm diz:

    Tá ali… tá ali o macaco.

  2. macaco diz:

    bela viagem….e realmente o corpo deve escorregar nessa pedrinhaxiça….es corajosaas fotos do “canyon” tao fixes…mais please

  3. Lou* diz:

    O macaco está ali, observador 🙂É o cenário do paraíso. A pedra do abismo faz vertigens só de olhar. Mas acho que espreitaria tal como tu… ou então fica-se em casa a ver as imagens na tv 😉

  4. Lou* diz:

    P.s: estás linda ali na pedra. Quase que enganas o olho e pareces brasileira 😉

  5. Anónimo diz:

    Com que então a paisagem é igual a ali ou em qualquer parte…Quero ver essas fotos!Adorei o arco íris duplo! (já reparaste que os arco-íris duplos têem as cores invertidas e a zona central é mais escura?)

  6. Filipa diz:

    Quem é que é a giraça da foto? ;PAdorei as tuas fotos! ( Para variar um bocadinho… ), quanto aos textos é mais dificil acompanhar, mas pelo que leio,fazem juz às imagens.P.S- Qd é q é o próx. cofee? 😉*Beijos!!*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s