‘DOMINGO não é dia de chegar a lado nenhum…’

8-Ago-2004, Domingo

E depois de uma longa viagem que passou pelo super florestado santuário de Lourdes e com direito a troca de comboio a meio da noite em Marseille… chegamos a Arles no domingo cedo de manhã. Mas Domingo não é dia de chegar a lado nenhum, principalmente quando ainda não se faz ideia de onde se vai ficar, se há ou não parque de campismo e se é longe da estação.
A cidade parecia abandonada, não havia um posto de informação aberto, ninguém para pedir uma informação, autocarros só dali a 2 horas… ficámos super ofendidos com esta falta de apoio ao turista mas queríamos o quê? No meio de uma cidade quase rural, num domingo às 7h30!!
Imaginei-me na pele de um jovem mochileiro acabado de chegar a Sta Apolónia no mesmo dia e á mesma hora e achei que ele também se veria em apuros… e Lisboa é uma capital!!

Mas lá se desenrascou a localização de um parque de campismo e pusemo-nos a caminho… era super longe, pedimos boleia mas ninguém parou, excepto um grupo de rapazes aparentemente bêbedos… levámos 1h a chegar… e o calor ganhou todo ele uma nova definição.
Depois de tomado o 1º banho após a partida de Lisboa partimos à descoberta da cidade onde o Van Gogh pintou o meu quadro preferido.
NOTA: não sei porquê mas “onde tomaste o 1º banho” é uma pergunta que surge sempre quando se trocam experiências de interrails…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s