PUSHKAR, cidade de Brahama

Esta é a cidade de Brahama, o criador do Universo. E segundo as crenças hindus foi ele que criou esta cidade ao deixar cair a sua flor de lótus no deserto. Nesse local nasceu o lago sagrado à volta do qual tudo gira em Pushkar.
 264.

Foi um dos sítios que mais gostei de visitar.
Aqui se relaxou longe do buliço das grandes cidades.
De repente estávamos metidos numa cidade que é uma cidade sagrada para os hindus (tem mais de 500 templos) mas que ao mesmo tempo parece um ajuntamento de hippies modernos e viajantes de mochila de todas as partes do mundo… ingleses, australianos, israelitas, checos e até outros portugueses!

248.

Há a rua principal que alberga um mercado permanente. E toda a gente se passeia por lá como se fosse de lá. Ouvem-se os guizos das pulseiras de tornozelo das raparigas de cabelo solto, as suas saias de seda esbanjam cores e brilho, na pele tatuagens de henna. Música e cantares ao longe e ao perto, de dia e de noite. Cheira a incenso e a hash.

De manhã as mulheres lavam a roupa no lago e alguns velhos tomam banho. Cozinha-se na rua em frigideiras impossíveis de enormes. No templo de Brahama, pessoas de pés descalços oferecem flores cor de rosa. Ao final da tarde toda a gente se reúne no ghat principal, cada um com os seus afazeres sagrados: os judeus rezam, os hindus banham-se e nós estamos ali para ver mais uma vez o sol a pôr-se.

E tudo é acompanhado por tambores que nos envolvem e vão aumentando cada vez mais a cadência à medida que o tempo se esgota.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s