Tuaregue

19 – Maio – 2005: Amanhecemos com apostas: o que é que nos reservaria o deserto neste dia? Depois do sol e do vento, faltava a chuva (!!) e de um céu baixo e carregado começou mesmo a pingar! Mas nada de especial, se bem que algumas de nós já ressacavam por uma banhoca!

Andámos de camelo durante algum tempo… e aquele “embalamento” dá imenso sono!… Parámos num poço onde estava um grande número de camelos com as suas crias. Ao almoço convidámos a juntar-se a nós, Abdoulah, um pastor de camelos, amigo de Mohamed… vestia de preto da cabeça aos pés, tinha um ar imponente e altivo… TUAREGUE. Sentou-se ao meu lado na tenda para almoçarmos após o qual eu adormeci cansada… acordei com ele a bisbilhotar no meu caderninho de notas… entreguei-o para ele ver mas rapidamente perdeu o interesse…

Na a etapa da tarde fomos novamente convidadas pelo Mohamed a montar um dos camelos… mas também éramos convidadas a desmontar quando o trilho se tornava mais difícil para os animais. Sempre atento, preferia andar mais se isso se traduzisse em menor dificuldade para os camelos.

Maroc 320

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s