[best of] dublin

Gosto de gastar os últimos cartuchos das férias nos feriados de Dezembro e aproveitar para uma escapadela europeia. Assim, após um intenso alinhamento de planetas, dou por mim a aterrar na capital mais pequena da Europa, Dublin, que por acaso até nem estava no topo da lista de prioridades. Simplesmente porque sempre achei que visitaria…

uzès [e pont du gard]

Descobri Uzès na internet, enquanto planeava esta viagem, e foi amor à primeira vista, tinha mesmo que passar por aqui. A sua localização na região de Gard, sensivelmente a meio caminho entre a Côte d’Azur e Lyon, onde apanharíamos o avião de regresso a Portugal no dia seguinte, fez desta vila a pit stop perfeita. Estamos…

[de passagem] na côte d’azur

Depois de passarmos a fronteira italiana em Ventimiglia, entramos na Riviera mais famosa do mundo desde há 200 anos, a Riviera Francesa, que se estende até Saint Tropez e inclui locais míticos como Cannes, Antibes, Nice e o principado do Mónaco. Percorremos parte da Cote d’Azur em modo cruzeiro, com o vento no cabelo e…

génova [palavras-chave]

Com 2 dias entre Veneza e Lyon decidimos quebrar o caminho em 2 locais, o primeiro Génova, uma cidade que não conhecíamos, cujo tempo se revelou manifestamente insuficiente para o fazer. Deixo aqui apenas algumas “palavras-chave” genovesas que me garantiram a vontade de regressar. Montanha e mar   A nossa relação com Génova começa por…

[sereníssimamente] em veneza

Sou das que voltam. Adoro regressar aos sítios que de alguma maneira me marcaram, partilhá-los com as pessoas que gosto e Veneza ficou-me gravada. É uma das cidades com a arquitectura mais fascinante do mundo e, tal como outras, tem aquelas características que envoltas num certo ambiente de decadência me prendem para onde quer que me vire. Chegamos de…

porec [istria bizantina]

À medida que vamos subindo a costa da península da Ístria os resorts vão tomando conta do mar e torna-se cada vez mais difícil acedê-lo para o casual mergulho. Mas antes do nosso próximo poiso, queria parar no centro de Porec para visitar a Basílica Eufrasiana, do sec. VI, património da Unesco e um dos…

rovinj [istria veneziana]

Rovinj veio acrescentar à minha definição de “felicidade à beira-mar”. Mantém-se como um dos últimos verdadeiros portos medievais mediterrânicos, onde a influência veneziana é a mais perceptível de toda a península. No centro histórico da cidade, que antigamente era uma ilha, encontramos as ruas emaranhadas revestidas a pedra polida, casas que se fundem e piazzas…

pula [istria romana]

Acho que podemos dizer que foram os Romanos a colocar Pula no mapa. Percebemos isso mal chegamos à cidade ao darmos de caras com o impressionante anfiteatro romano, construído no séc. I. É uma estrutura enorme e verdadeiramente magnífica construída com o intuito de albergar as tradicionais competições de gladiadores e uma assistência de até…

istria [by the sea]

Uma das coisas mais espectaculares de viajar na Europa é o sem número de possibilidades que existem praticamente ao virar de cada esquina. Como portuguesa, por viver neste cantinho à beira do Atlântico, ainda me consigo surpreender com isto. Então, depois de enfiarmos as vias ferratas no saco, saímos da alçada das montanhas e descemos…

lagazuoi

Algumas das caminhadas mais emocionantes e exigentes da Alta Via 1, situam-se perto do Passo Falzarego, outra zona de enorme interesse histórico devido à presença de importantes vestígios de batalhas da Primeira Guerra Mundial. Aqui se fixaram as primeiras vias ferratas de Itália que ajudaram os soldados a movimentar-se com segurança e mais rapidamente pelas montanhas quase…

badia

A Alta Via 1 desenvolve-se sensivelmente ao longo das cumeadas das montanhas entre Dobiacco e Belluno mas pontualmente desce aos vales e cruza estradas e caminhos que possibilitam a “entrada” ou “saída” àqueles que pretenderem percorrer só uma parte do percurso. No nosso caso, juntar-nos-íamos à Alta Via 1 em Fanes, a partir de Badia,…